Super Meeting de Atletismo marca nova era para o CTE

No último sábado, 30 de abril, o Centro de Treinamento Esportivo (CTE) da UFMG realizou o Super Meeting de Atletismo. O evento contou com participação de cerca de 350 atletas de clubes nacionais e internacionais, em diversas modalidades, que buscavam alcançar índices e marcas para os Jogos Olímpicos 2016.

CONFIRA FOTOS DO EVENTO

O coordenador de Atletismo do CTE, Leszek Szmuchrowski, salientou o motivo da criação do CTE e a sua importância para o atletismo. “Precisamos destacar que este Centro foi idealizado com a perspectiva dos Jogos Olímpicos no Brasil. Idealizamos e  construímos. A nossa equipe de atletismo, APCEF UFMG, e outros esportistas têm utilizado o espaço. Temos aqui hoje, talvez, o maior meeting de atletismo do Brasil neste ano, com a presença dos melhores atletas atuantes no país”.

O coordenador enalteceu, ainda, a parceria entre a UFMG, Secretaria de Estado de Esportes e Ministério do Esporte, que acreditaram na capacidade de criação do melhor centro do país, sendo possível, assim, a concretização de um evento como o meeting. “Espero que este meeting divulgue e dê um tipo de crédito de que nós podemos fazer eventos bem feitos, desde a organização, realização e execução do projeto”, relatou o coordenador.

Superação de limites

Um dos destaques do Super Meeting de Atletismo foi o atleta paralímpico do salto em distância, Alan Patrich Claudin. O competidor, que começou no esporte paralímpico em 2010,  conquistou, em seu sexto salto, índice para disputar a etapa nacional do Circuito Caixa Loterias de Atletismo.


Atleta Alan Patrich e seu treinador, Pedro Henrique, em um momento de concentração antes do salto

Pedro Henrique Vasconcelos de Queiroz, treinador e guia do esportista, destacou o empenho de Alan e a conquista no meeting. “Há cinco anos eu treino o Alan, há cinco anos nós batemos na trave. Ele ficou nervoso nos primeiros cinco saltos e hoje, na raça, conseguimos. Agora é comemorar e treinar bastante”, disse.

Esperança de medalha para o Brasil

Homenageada pela organização do evento, a campeã mundial do salto com vara, Fabiana Murer, é uma das nossas grandes chances de medalha nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Apesar de não ter competido, Fabiana destacou a importância do evento para o crescimento do esporte e demonstrou admiração pela estrutura do CTE.  “Acho que tem que ter mais desses eventos, ainda mais numa pista boa para competir e para buscar resultado como esta. Uma tecnologia que não perde para nenhum lugar do mundo”, disse.


Fabiana Murer e Talles Frederico foram alguns dos destaques no evento

Conterrâneo nas Olimpíadas

Mineiro de Itabira, Talles Frederico já alcançou índice para os Jogos Olímpicos. O atleta do Esporte Clube Pinheiros é medalhista no campeonato Sul-Americano de Lima e tem alcançado boas marcas no salto em altura, modalidade que disputa.

A equipe do Pinheiros competiu durante o dia no evento e, segundo o atleta, a organização do Meeting de Atletismo em Belo Horizonte ajuda no reconhecimento do modalidade em âmbito nacional, que vem crescendo e contando com grande adesão no país. “Eu adorei competir aqui, até pela visibilidade para o esporte crescer onde eu tenho as minhas raízes. A pista é muito boa e a arbitragem foi bacana, então estava tudo propício para competirmos bem. Foi uma prova muito boa para mim”, comentou.